O Espetacular Guia de Reviews do site Bitoid



Ei, psiu... vem cá! É você mesmo  que está reclamando do nosso 2,5 para Skyrim e nosso 9,5 para Duke Nukem Forever? (É CLARO que a gente não deu essa nota para estes games né, humano! Skyrim não merece tanto assim, e Duke Nukem 4 EVA é um dez absoluto)! Essa página é feita para o deleite de cada célula de seu corpo e o da sua família inteira (exato mermão, até aquela sua tia avó que faz um suéter do Mario com o BORDADO dela).  Então, vamos deixar a brincadeirinha um pouco de lado e esclarecer algumas coisas:

Os Reviews
Por que ‘Review’ ao invés de ‘Análise’?

Review fica mais estiloso no título do post.

Nosso objetivo

Os reviews serão feitos por nós, editores e colaboradores, para a informação exata dos aspectos positivos e negativos de um determinado jogo, levando em conta nossa liberdade de brincar ou tirar sarro dos mesmos. Isso, para que você, leitor e, acima de tudo, gamer, possa ter uma gama maior de informações antes de gastar seu dinheiro em algum produto. É claro que um review pode ser diferente da outra, até porque uma pessoa é diferente da outra. Nossos reviews não seguem uma característica temporal, nem obrigação alguma com a data do lançamento de um jogo, podemos fazer tanto um review de ‘Pong!’ quanto do jogo eu será lançado semana que vem.

Por que decidimos usar um sistema de notas?

Decidimos adotar um sistema de notas de jogos (Reviews) para poder dar critério às nossas avaliações, e para facilitar o uso de nossa linha editorial em nossos textos e análises, dando uma maior eficácia ao objetivo claro de uma credibilidade imutável. Porém, deixamos clara a liberdade com a qual nossos colaboradores trabalham, e que se não houvesse a mesma, todas as reviews seriam assim.

O corpo do texto é zumbi. WTF, Bitmaster? Bom, porque o ‘corpo do texto é zumbi’? Quer dizer que não nos prenderemos a tópicos esplanando primeiro os pontos negativos, depois os positivos, e logo depois os gráficos, sons, etc e blablablá. Quer dizer que nossos textos serão desorganizados? De forma alguma, muito pelo contrário. As nossas análises serão feitas com tremendo amor e organização, considerando os pontos essenciais claramente, e com aquele humor de b#sta que todos estão acostumados.


Por que eu devo ler?

O porquê você deve ler: se não diremos a Chuck Norris que você odeia sua técnica de Roundhouse Kick. Como dito anteriormente: nossos editores e colaboradores estarão dispoíveis para fazer a análise de jogos e avaliá-los não só por nosso critério mater, mas também por seus critérios e suas visões de uma composição videoguêimÍSTICA (FALEI BONITO). 

Os reviews passarão por uma vista grossa de nosso editor-chefe para seguir o padrão de análise do site Bitoid e passar pelo SELO BÍTICO de qualidade: apenas disponível nas lojas Bitmaster, aonde a SUA diversão é o NOSSO orgulho! *plim!*



Qual é o modus operandi de um Review?

Este tópico é de EXTREMA importância para os que querem fazer parte de nossa equipe de colaboradores e novos membros. Tirar sarro de gráficos ruins ou bugs bizarros é excelente, mas não há nada como os detalhes. O ‘modus operandi’ de um Review no site Bitoid começa com o jogador colocando o jogo em seu console, ou executando-o em seu computador (dãããr). A partir do momento em que o MENU do jogo lhe é disposto, você é transportado para um outro universo (e relaxa, você não vai precisar de nenhuma droga para isso), e os mínimos detalhes também poderão ter uma importância tremenda para a diferenciação de sua review das demais.

Tirando o papo filosófico, não pode estar ausente em um Review do Bitoid, os seguintes aspectos:

- História: Afinal, a plataforma video-game, quando usada direito, pode contar-nos histórias ÉPICAS, que nos marcarão durante anos. Assim como um bom livro ou filme. Então faça questão de introduzir o leitor ao universo que você vivenciou enquanto jogava aquele jogo. (No caso dos esportivos, isso não é necessário, claro).

-Gráfico: O gráfico é uma vitrine. Quando você olha o jogo pela primeira vez, não lhe é contada a história em um segundo, e sim os gráficos. Veja bem, não estamos falando que o gráfico tenha de ser necessáriamente bonito para ser bem avaliado.

- Sons: Apesar de não ser tanto dito em análises, esta característica é essencial. Quando usada de maneira boa e aproveitável, a experiência do jogo é colossalmente ampliada.

- Jogabilidade: Com grandes poderes, vem grandes jogabilidades. Maior parte do que é um jogo pode ter a jogabilidade como um aspecto essencial. Veja o caso de Minecraft, e Journey, que são dois exemplos consideráveis neste caso. O primeiro tem um gráfico que não consideramos assim tão bonito e uma jogabilidade excelente. O segundo tem gráficos LINDOS e uma jogabilidade simples. São dois extremos, mas ambos os jogos merecem um DEZ pela união de elementos.

- Sensibilidade: O reviewer do Bitoid não pode ter a ausência desta característica. O que quero dizer com ‘sensibilidade’. Tem coisas em um game que vão além da análise ‘comum’, e podemos citar aqui que, apesar de serem casos muito raros, eles de fato acontecem. Shadow of the Colossus, e Super Mario World. Metal Gear Solid para alguns, e God of War para outros. O que quero dizer é:  cada gamer tem uma sensibilidade do ÉPICO. Aonde ele só consegue dizer “Este jogo é ÉPICO” ao final de uma análise, e continuar jogando o mesmo durante mais seis meses – e até quando parar, depois começar a jogar de novo e não enjoar. Ou também notar quando o jogo é horrível, mas o proveito de situações engraçadas que valem a pena ser compartilhadas vêm à tona. Isso é ser sensível, estar aberto a experiências épicas (vendo o video-game como uma outra forma de arte) e experiências ruins (mas que podem ser legais para os leitores).

Precisamos necessariamente terminar um jogo para analisá-lo?

Não. Salve algumas exceções (que eu explico depois), as análises que comportarem subsídios para os Reviewers preencherem as características citadas acima, podem ser feitas sem terminar um jogo. Agora as exceções: quando se trata de um jogo épico, ou se é um jogo importante/com uma história marcante, é óbvio que você vai ter que terminá-lo para fazer sua análise, né manolão?
Mas novamente caímos na questão da sensibilidade. Se o reviewer achar que será necessário recolher mais informações/experiência com o jogo, é de sua escolha.

Critérios e pontuações considerados para a nota:

Então, galere, os critérios usados para construção do caminho utilizado para que nossas notas sejam construídas são considerados pela distribuição de notas diferentes para cada característica técnica do jogo. Vejam ai:

História: 2,5 pontos

Jogabilidade: 2,5 pontos

Gráfico: 2 pontos

Sons: 1 ponto

Outros aspectos (sim, estes só a gente sabe, é o ‘elemento especial’ de nossa cozinha –que M$*#& em Bitmaster!): 2 pontos

Totalizando 10 pontos! ORLY? Yeap. Ok, Bitmaster, mas..

Quais são as notas?












As Prévias

Por que dizemos ‘Prévia’ ao invés de ‘Preview’?

Pelo mesmo motivo pelo qual dizemos Review ao invés de Análise. É mais estiloso.

Nosso objetivo

O objetivo de nossas prévias é um pouco menos compromissado do que os Reviews, e funciona mais com as expectativas de nossos membros acerca dos trailers e demos dos jogos vindouros. Tentamos extrair o máximo de informação para nossos leitores, e trazer nossas expectativas acerca do mesmo, considerando não só os aspectos técnicos do game, mas também o fator de diversão.



Por que não teremos notas em nossas Prévias

Pelo mesmo motivo que os críticos culinários não avaliam apenas o azeite usado no bacalhau. Não há como avaliar o incompleto e dar-lhe uma nota. As notas do Bitoid seguem um critério já estipulado, enquanto as Prévias tem como objetivo trazer as expectativas dos nossos membros, e informações sobre um jogo futuro.

Qual é o modus operandi das Prévias?

A estrutura de nossos texto-prévias é mais liberal –isso não quer dizer que não é válida, e analítica, belê?-, por isso, antes de listar os prós e contras do jogo, o membro que avaliar o mesmo poderá, além de mostrar o que o jogo nos apresenta nos quesitos técnicos, contar suas experiências e brincar com as características do jogo. Os prós e contras do jogo serão listados ao final do corpo do texto, seguidos das frases “x negativo” e “y positivo”

Um de nossos astutos colaboradores
Quem escreverá essa bagaça?

Diferentemente das Prévias, não só os colaboradores e editores do site, como os LEITORES do Bitoid terão a oportunidade de escrever uma Prévia para nós. Basta seguir o ‘modus operandi’ do texto e nos mandar para bitoid3@gmail.com, que nosso querido editor-chefe, Bitmaster avaliará e fará as modificações necessárias para que o texto se adeque a nossa linha editorial, e itá publicar o seu texto! Lembrando que a assinatura do texto não será modificada, e que o site apenas publicará o conteúdo do mesmo, não se responsabilizando pelo que será dito, ou por danos causados a eventuais seres humanos doidões que passarem por aqui. Que fique claro, o Bitoid apenas se responsabiliza por seus textos 'sem assinatura'.